Trabalho, identidade e produção de saberes de pescadores artesanais no contexto da construção da usina hidrelétrica de Tucuruí-Pará – análise a partir de uma comunidade ribeirinha amazônica

José Carlos Vanzeler Pompeu, Doriedson do Socorro Rodrigues, Alberto Damasceno

Resumo


Analisam-se processos de formação de identidade e produção de saberes de pescadores artesanais de uma comunidade ribeirinha do município de Cametá-PA, com base no materialismo histórico-dialético e em dados obtidos por meio de entrevista semiestruturada e observação participante. Os resultados apontam que a construção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí teve impactos negativos na materialidade produtiva dos pescadores, implicando produção de saberes de enfrentamento e de alinhamento à lógica do capital, como mercantilização da produção e estabelecimento de relações patronais nas experiências de trabalho.


Palavras-chave


Identidade; Pescadores artesanais; Saberes; Trabalho

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 2000.

BARRA, Jose Domingos Fernandes; FURTADO, Gislane Damasceno. Pescadores artesanais de Cametá: formação histórica, movimento e construção de novos sujeitos. Cametá, PA: [s. n.], 2004.

BOGDAN, Roberto C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca. Instrução normativa n. 3, de 12 de maio de 2004. Brasília, DF: Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca, 2004. Disponível em: http://sinpesq.mpa.gov.br/rgp_cms/images/publico/CGRA/instrucao_normativa_03_de_12mai04-rgp.pdf. Acesso em: 29 mar. 2016.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Sistema de informações territoriais. Brasília, DF: Ministério da Agricultura, 2017. Disponível em: http://sit.mda.gov.br. Acesso em: 8 ago. 2017.

CASCUDO, Luis da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. Rio de Janeiro: Tecnoprint, 1972.

DUBAR, Claude. A crise das identidades: a interpretação de uma mutação. Trad. Mary Amazonas Leite de Barros. São Paulo: EdUSP, 2009.

ECOAGÊNCIA. Usina Hidrelétrica de Tucuruí: 25 anos de descaso e omissão. EcoAgência, [s. l.], 25 maio 2009. Disponível em: http://www.ecoagencia.com.br/?open=noticias&id===AUUJlVW5mTHNlRaVXTWJVU. Acesso em: 29 mar. 2016.

FRANCO, B. Análise de conteúdo. Brasília, DF: Líber Livro, 2012.

FRANZOI, Naira Lisboa; FISCHER, Maria Clara Bueno. Saberes do trabalho: situando o tema no campo trabalho-educação. Trabalho Necessário, Niterói, ano 13, n. 20, p. 147-172, 2015.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1984.

MAGALHÃES, S. B. et al. Transformações sociais e territoriais no ambiente rural da Amazônia Oriental. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPPAS, 6., 2012, Belém. Anais. Belém: [s. n.], set. 2012.

MARQUES, Waldemar. O quantitativo e o qualitativo na pesquisa educacional. Avaliação: revista da avaliação da educação superior, Sorocaba, v. 2, n. 3, p. 19-23, 1997.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008. v. 1.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. Tradução: Luís Cláudio de Castro e Costa. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

MORAES, Sérgio Cardoso de. Uma arqueologia dos saberes da pesca: Amazônia e Nordeste. Belém: EDUFPA, 2007.

POMPEU, José Carlos Vanzeler. Saberes do trabalho e formação de identidade de pescadores artesanais no município de Cametá-Pará. Dissertação (Mestrado em Educação e Cultura) - Programa de Pós-Graduação em Educação e Cultura, Universidade Federal do Pará, Cametá, 2017.

RODRIGUES, Doriedson do Socorro. Saberes sociais e luta de classes: um estudo a partir da Colônia de Pescadores Artesanais Z-16, Cametá/Pará. Belém: [s. n.], 2012.

SILVA, Maria das Graças da. O reordenamento sócio-territorial na área da UHE Tucuruí: o caso da pesca no Baixo Tocantins (Pará/Brasil). [S. l.]: Sociedade Brasileira de Sociologia, 2003. Disponível em: http://www.sbsociologia.com.br/portal/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=1164&Itemid=17. Acesso em: 21 out. 2015.

VÁZQUEZ, Adolfo Sánchez. Filosofia da praxis. São Paulo: Expressão Popular, 1968.

Fontes consultadas

WILLIAMS, Raymound. Cultura e materialismo. São Paulo: Editora UNESP, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Creative Commons

ISSN Impresso 0102549-X

ISSN Eletrônico 2448-1483

 

 Licença Creative Commons

Este conteúdo está licenciado com Creative Commons Atribuição Não Comercial 4.0 Internacional.